Prefeitura de Vespasiano constrói nova ponte sobre o Córrego Sujo

A nova ponte do Bairro Santo Antônio, em Vespasiano, também conhecida como ponte sobre o “Córrego Sujo” está em pleno funcionamento. A nova estrutura, inaugurada dia 12 maio irá melhorar as condições de tráfego na região, que é uma das principais vias de acesso à área central da cidade.

O nome escolhido para esta importante obra, Dona Laura Cândida da Silva Drumond faz homenagem a uma antiga moradora que residiu no bairro por 65 anos, cativando a admiração de quem a conheceu.

A obra realizada exclusivamente com recursos do Município de Vespasiano recebeu investimento de R$ 1.150.000,00, menos da metade do orçamento previsto pelo DEER. A prefeita Ilce Rocha lembrou de todo esforço empenhado por toda equipe da Prefeitura de Vespasiano que não obteve ajuda dos governos Federal e estadual, “Isso é esforço, isso é dedicação, isso é trabalho e reconhecimento, e esse é o nosso presente o presente da nossa administração”, disse a prefeita.

A ponte foi projetada e executada para tráfego pesado, com estrutura mista, blocos, pilares, arrimos e tabuleiro em concreto armado e vigas metálicas. Foram construídos gabiões de proteção às margens do córrego e realizada a abertura da caixa do córrego, ação que irá contribuir para a fluidez das águas reduzindo o estrangulamento e os transtornos que existiam anteriormente, em períodos chuvosos.

Com 18 metros de comprimento, a ponte recebeu passarela para pedestre nos dois lados, com proteção em guarda-corpos, acessibilidade para cadeirantes, passeios em toda a extensão e largura superiores às da antiga ponte, que foi danificada, com as fortes chuvas de 2016 e foi interditada pela Defesa Civil.

Para completar as benfeitorias, as ruas no entorno foram recapeadas e as que ainda eram de terra foram asfaltadas. Também foi realizada obras de captação pluvial nas vias do entorno do córrego. De acordo com a moradora Nádia Maria Soares, a principal melhoria que obra trouxe aos moradores foi o alargamento do Corrégo. Segundo a auxiliar de enfermagem, “a obra foi de extrema importância, devido às três enchentes que invadiram as casas dos moradores, causando muitos danos”, falou Nádia.